terça-feira, 10 de maio de 2011

Propaganda estimula jovens a beberem, diz estudo



Estímulo abrange principalmente adolescentes entre 11 e 16 anos.

Praias e festas com gente bonita e alegre bebendo são comuns em anúncios publicitários de cervejas. Essas cenas atraem os adolescentes e estão diretamente associadas ao consumo da bebida alcoólica por jovens entre 11 e 16 anos, que não teriam idade para ingerir esse tipo de produto. É o que mostra um estudo da Unifesp (Universidade Federal de São Paulo) que acaba de ser publicado pelo periódico científico Revista de Saúde Pública.

A pesquisa também revelou que os jovens prestam muita atenção aos anúncios. E dizem acreditar que as propagandas retratam "apenas a verdade". Isso, segundo os pesquisadores, tem relação com o consumo precoce do álcool. "Os jovens já têm até uma marca preferida de cerveja", diz a psiquiatra e autora do estudo, Roberta Faria.

Vice-presidente da ABA (Associação Brasileira de Anunciantes), instituição que representa AmBev e Schincariol, entre outras indústrias, Rafael Sampaio contesta a pesquisa, mas admite que os fabricantes sabem que a publicidade tem influência sobre o consumo de cerveja por adolescentes.

- Sabemos que há um "vazamento" do sinal além do público-alvo do produto.

No estudo, 1.115 estudantes de 11 a 16 anos, dos 7°e 8º anos de três escolas de São Bernardo do Campo, na Grande São Paulo, responderam a um questionário com mais de cem variáveis ligadas à ingestão de álcool - sendo o método por variáveis uma forma de investigação científica descrita na literatura médica.

- A escolha da cidade foi baseada em informações do IBGE que indicam São Bernardo com um perfil socioeconômico parecido com o padrão nacional.

Já a amostra (alunos dos 7º e 8º anos) foi determinada por dados do Cebrid (Centro Brasileiro de Informações sobre Drogas Psicotrópicas), de 2004, que indicam o início do consumo de álcool no Brasil, em média, aos 12,5 anos.

A psicóloga e vice-presidente da Associação Brasileira dos Estudos do Álcool e outras Drogas, Ilana Pinsky, associa o resultado da pesquisa com as propagandas.

- Não podemos atribuir o consumo de cerveja aos comerciais, mas a pesquisa aponta que eles estão associados ao ato.

Pais

Não só a propaganda está ligada à iniciação alcoólica, segundo o estudo.

- Pouco controle dos pais e consumo de cigarro também aparecem diretamente associados.

O consumo de cerveja foi menor no grupo de jovens que respondeu "dar satisfação aos pais" ao sair sem a companhia de parentes.

- O jovem vai imitar o comportamento do adulto, está na fase de experimentação, da curiosidade, explica a psiquiatra e membro da Associação Brasileira de Psiquiatria, Ana Cecília Marques.

Fonte: http://noticias.r7.com/saude/noticias/propaganda-estimula-jovens-a-beberem-diz-estudo-20110429.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário