quarta-feira, 6 de junho de 2012

A magia do elogio




Um elogio feito na hora certa e da forma correta tem um poder verdadeiramente transformador. Ele funciona como uma poderosa fonte de encorajamento, inspiração e motivação para quem o recebe, elevando o ego e reforçando nossa autoconfiança.

O interessante do elogio é que ele faz bem não só para quem o recebe, mas também para quem o faz. Quando elogiamos mostramos apreço pelas pessoas, ganhamos em relacionamento interpessoal, exercitamos a humildade, e corremos um sério risco de recebermos outro elogio em troca.

A magia do elogio ocorre justamente por ele ser uma via de mão dupla. Realizando uma analogia, é como se você entregasse flores e conservasse um pouco do perfume em suas mãos.

Os líderes de sucesso já perceberam o poder o elogio, e não se privam de utilizá-lo não só como reconhecimento, mas também de maneira estratégica, pelo valor motivacional que ele causa nas pessoas.

Porém não basta só elogiar, é preciso fazê-lo de uma forma coerente, sincera e principalmente de forma correta.

Algumas dicas para potencializar o elogio:

P Sinceridade – Você corre o risco de ser ridículo ou até mesmo irônico se o elogio não for sincero. Por isso, só elogie aquilo que merece ser reconhecido.

P Elogie a Pessoa – Todo elogio é bem vindo, mas ele pode ser potencializado. Por exemplo: Se alguém está usando uma camisa bonita, elogie o bom gosto de quem a está vestindo e não somente a camisa.

P Dê Provas do Elogio – Se você estiver elogiando uma pessoa, cite um detalhe ou uma ocasião que evidencie o elogio. Por exemplo: “Fulano, eu te admiro pois você é entusiasta. Percebi isto quando tivemos que implantar aquela ação da área comercial”.

P Seja Específico – Faça um elogio por vez e evidencie apenas com um exemplo. Muitos elogios ao mesmo tempo podem soar de forma exagerada e não causar o efeito desejado.

Existem diversas formas de se elogiar, como: em público, reservadamente, através de uma carta ou e-mail. Se desejar, e se a situação for adequada, o elogio pode ser acompanhado de uma premiação que poderá ser: um presente, uma placa gravada, troféu, ou até mesmo uma gratificação.

Um ponto a ser refletido é que só aquele que sabe elogiar tem o direito de criticar. É mais fácil aceitar uma crítica quando ela é vinda de uma pessoa que também elogia o que merece ser reconhecido.

Elogie mais, e afine-se para o sucesso!

Texto de Fabiano Brum.


Acesso em 06.06.2012

Nenhum comentário:

Postar um comentário